Categorias
Planejamento Logístico

Planejamento logístico da empresa: saiba como otimizá-lo

O planejamento logístico é fundamental para que os objetivos e os processos da área estejam bem definidos, direcionando todas as ações que precisam ser tomadas para o cumprimento das metas e o alcance dos resultados esperados. Entretanto, não basta apenas definir as premissas: é necessário adotar ações práticas que vão otimizar o plano.

No artigo de hoje, vamos falar sobre alguns aspectos que podem — e devem! — ser considerados, para que a aplicação do planejamento seja o mais eficaz possível. Confira!

Planejamento de estoques

Planejar os estoques é uma etapa crucial para otimizar o planejamento logístico e otimizar os resultados da empresa. Essa ação ajuda a garantir o equilíbrio entre satisfazer as demandas de vendas e evitar excessos no estoque, que aumentam os riscos de desperdícios.

Sendo assim, o ideal é acompanhar o giro dos produtos, aliado à previsão de demanda, e avaliar qual é a periodicidade e a quantidade ideal de aquisição de cada item.

Previsão de demandas de mercado

E, por falar em previsão de demanda, ela também é uma excelente forma de conseguir aprimorar as rotinas do setor Comercial, Estoques e Compras. Isso acontece, pois a estimativa, baseada no histórico de vendas e na situação de mercado, ajuda a criar projeções relacionadas à procura que os produtos poderão sofrer.

Ou seja, além da área Comercial poder criar metas de faturamento e direcionar suas ações, o setor de Estoques pode se planejar antecipadamente para o recebimento dos itens, ao mesmo tempo em que o Compras possui as informações mais acertadas para realizar as aquisições.

Agilidade nas linhas de produção

O processo produtivo também é crucial para os resultados da empresa, já que ele é o principal responsável por abastecer o estoque de produtos acabados. Sendo assim, é necessário estruturar processos ligados à programação da produção e, sobretudo, fazer a integração com a área Comercial, trocando dados a respeito da previsão de demanda e o que é preciso produzir para satisfazê-la.

Além do mais, vale investir em melhorias dos métodos de trabalho, adotando ações que ajudem a trazer melhorias para a área e para o negócio, tais como:

  • Eliminação de tarefas desnecessárias, que não agregam valor ao resultado final;
  • Mudança no layout, aproximando áreas que possuem processos relacionados, reduzindo o tempo de deslocamento do colaborador para buscar material, por exemplo;
  • Mapeamento dos processos, buscando falhas que prejudicam os resultados e identificando quais ações precisam ser tomadas para corrigi-las.

Melhoria nos processos de distribuição

O processo de distribuição é muito importante, pois é ele que liga sua empresa ao cliente, finalizando o processo de venda. Ao mesmo tempo, o custo gerado nessa operação é muito alto — principalmente em decorrência do frete, ou gasto com combustível, em caso de gestão de frota própria.

O ideal é buscar meios de melhorar a forma como as atividades são conduzidas, já que, além de ajudar na redução de custos, elas impactam nos prazos e na satisfação dos clientes. Dentre algumas medidas que podem ser adotadas, podemos citar: planejamento de rotas, agendamento de entregas, monitoramento do transporte, acompanhamento de indicadores de desempenho.

Investimento em tecnologia mobile

A utilização de um sistema de gestão é fundamental para o sucesso das operações, considerando a grande quantidade de dados gerados e a necessidade de controlar as informações — que, se bem geridas, pode ajudar o gestor a tomar decisões mais ágeis e acertadas, gerando vantagem competitiva.

Porém, já que falamos sobre a necessidade de melhorar o processo de distribuição (etapa externa), vale ressaltar a importância que a tecnologia mobile proporciona para esse controle. Ou seja, é possível controlar o trabalho e melhorar a comunicação com as equipes em campo e obter informações relevantes em tempo real — como possibilidades de atrasos e outras ocorrências no transporte, por exemplo —, permitindo que o gestor atue de maneira proativa.

Para que um planejamento logístico traga bons resultados para a empresa, é necessário ir além da sua execução prática e buscar meios de melhorar a forma como os processos são realizados, o que também ajuda a garantir benefícios que ajudam a empresa como um todo.

Gostou desse artigo? Quer continuar acompanhando conteúdos como esse? Assine nossa newsletter e receba as novidades em primeira mão!